VLATIMA VANDRAGAN

Uploaded with ImageShack.us

Banner

Seja bem vinda(o). CLIQUE EM SEGUIDOR, SE REGISTRE E RECEBA GRATUITAMENTE AS NOVIDADES DE MEU BLOG.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O PORQUÊ DOS RITUAIS


O PORQUê DOS RITUAIS









Os ritos selvagens e os estados mentais que beiram a loucura têm representado um papel predominante em cada religião do mundo.
Em um estado de êxtase ou estado selvagens alcançados através de rituais, os devotos vivem elevados estados de consciência e de união com seus deuses. Indubitavelmente, algumas das experiências religiosas mais primitivas do ser humano, em especial Os mais primitivos dos ritos do ser humano é as danças de fertilidade.

Com cânticos e danças, entram em excitação, sendo supervisionados por sacerdotisas ou sacerdotes, sendo que estes entravam em estado de visões mais profundas
A dança, a música, as palmas, o canto, as roupas e a presença de participantes e curiosos, em ambiente ao Ar livre, trazia contemplações de cura, de inicio de médiuns ou expulsão de espíritos malignos.

Isto acontece em quase todas as religiões do mundo , ou se quiser ,filosofias religiosas.
A energia envolvia pela dança e cânticos , eram de tamanha intensidade , que espíritos encorporavam para trabalhar com elementais ou Deuses e promover visões, curas. Etc..

Todas as reliogiões tem seus rituais,  como os dos festivais sazonais, os rituais de nascimento, de casamento e de morte, e os rituais que comemoram e renovam os eventos dos antepassados.
 Por exemplo, a festa da Páscoa dos judeus relembra o jantar original do cordeiro pascal, na noite em que os primogênitos dos egípcios e seu gado foram destruídos, após a qual os judeus deram início à sua jornada, para se libertarem dos Egípcios.

As características gerais de todos esses rituais, esta no fato de que, eles são vindos do passado, de outra era.No Egito usa-se ainda a antiga língua bramânico e na Índia o sânacrito.
Em muitas partes do mundo, a própria linguagem do ritual é arcaica, preservando a forma tradicional das palavras que se acredita serem necessárias.

Todos estão ligados querendo ou não  aos ancestrais e  ao momento da criação que o ritual comemora. Os participantes são ligados a todos aqueles que já partiram - aos ancestrais, ao momento da criação primordial que o ritual comemora.

O ritual pode,sim, trazer o passado para o presente. Os atuais sacerdotes, sacerdotisas, xamãs ou outrens, se ligam, na verdade, com aqueles do passado. Formando uma interação com os antepassados para melhor aprender a praticar os rituais semelhantes com o do passado, criando assim, um elo bem mais forte.
Para melhor entendimento dos procediemntos dos rituais , o mais importantes é seguir as fases da Lua do Ano.

Obedecendo a ordem dos meses ex:


Abril:      Lua do Sangue-Preparação e meditação, próximos                              
              eventos     

Maio:     Lua Escura      Sabbath samahin (hem. Sul)
               Equinócio de outono hem. Norte    

Junho:   Lua do Carvalho- Solstício de inverno (Yule) hem. Sul
              Sabbath de Litha-Hem. Norte     

Julho:    Lua do Lobo - Época de recolhimento e preparação de 
             poções de encantamentos para todos os fins.

Agosto:    Lua da Tempestade Festa da noiva(Lhamas) Hem. Sul
               Sabbath Lammas Hem. Norte

Setembro:    Lua dos Ventos  Equinócio de primavera hem.sul
                  Sabbath Mabon Hemisfério Norte

Outubro:         Lua das sementes 
                     Sabbath de Samhain Hemisfério Norte

Novembro:     Lua da Flor - Época propícia para descanso e 
                     rituais de Paz e harmonia entre todos.

Dezembro:      Lua Brilhante Sabbath de Yule 
                     Solstício de Verão (Litha) hemisfério Norte   

Janeiro:          Lua da Benção - Época de agradecimento as o                       
                     Deuses e Deusas e Elementais pela vida.  

Fevereiro:      Lua da Colheita 
                    Sabbath Imbolc - hemisfério Norte (Lughnasadh)
                                                  

Março:        Lua da Cevada   Sabbath Ostara - Hemisfério Norte

13°Lua:       Lua do vinho: Entre Equinócio de Outono e a Lua
                     de sangue. 


As Luas no Hemisfério Sul


As Celebrações Lunares,  adaptamos o calendário lunar ao nosso hemisfério, pois o aspecto da Lua no Hemisfério Sul é invertido em relação ao Hemisfério Norte. Ao se contar 28 dias, período médio em que a Lua dá a volta ao redor da Terra e em torno do seu próprio eixo,   pode-se dizer que existem de doze a treze luas cheias em um ano.
Como se acredita em algumas religiões, como o calendário Maia.
Os rituais e as meditações durante a Lua Cheia são para nos auxiliar, a aumentar a consciência e a aguçar a percepção de nossas almas, equilibrando nossa energia.
Em muitas tradições druídicas, as Celebrações de Lua Cheia ou Lua Nova são comemoradas conforme o calendário lunisolar que começa antes do Festival de Samhain.

Lua do Sangue: Em Abril, sendo a primeira Lua Cheia antes de Samhain. Ela é associada à cor vermelha e nos tempos antigos marcava o período de abate dos animais e o armazenamento de comida para a estação do inverno.
A carne toma-se a maior fonte de alimento durante o inverno. É a Lua que celebra a ancestralidade, a fecundidade, o sangue menstrual e a maternidade.

Lua Escura: É a Lua de Maio. Está associada à cor prata, branca e o azul-claro.
 Nesse período, os primeiros sinais de geada começam a cair. A terra começa um tempo de descanso profundo sob os cobertores do inverno, juntando forças para a nova vida no despertar da primavera. Lua ideal para conectar-se com as forças divinas.

Lua do Carvalho: Em Junho. É considerada a lua do Senhor do Carvalho.
trazendo recomeço, renascimento e transformação do negativo em positivo.O carvalho, como seu símbolo, é a madeira tradicionalmente queimada nas fogueiras do Solstício de Inverno, que correspondente a época natalina cristã

Lua do Lobo:  Em Julho e sua cor é roxa, ajuda na união dos seres. Representa as águas frias da terra que ficam presas sob um lençol de gelo e sob a geada. Época  para realizar trabalhos em grupo

Lua da Tempestade: Em Agosto, traz o equilíbrio e a cor azul, da Deusa Brighid.  Sendo o longo movimento das águas geladas, conforme as chuvas caem e os oceanos se enfurecem. Este é um sinal claro de que as águas irão mais uma vez fluir e a primavera irá retornar.

Lua dos Ventos: Em Setembro, sua cor é o branco.
È a volta da primavera com a vida renovada. Representa a forma limpa e intocada dos campos. É a Lua que celebra o movimento da terra.

Lua da Semente: Em Outubro, sua cor é o verde-claro, anuncia o crescimento que irá cobrir a terra, conforme as estaco e as sementes que estão em repouso abaixo do solo começam a germinar.  É o despertar da vida.

Lua da Flor: Em Novembro, sua cor é rosa e branco, conforme a primavera , atinge sua flora. Lua dedicada as Deusas da fertilidade. Essa é a Lua do despertar da consciência, da criatividade e da sexualidade.

Lua Brilhante: Em Dezembro , sua cor é laranja, traz amor e prosperidade. É o período do Solstício de Verão. É a Lua dos amantes, que reflete a presença visível dos Deuses, estampados no brilho do sol  e na vegetação dos campos

Lua da Bênção: Em Janeiro, tem a cor amarela, o hidromel, traz sonhos e fortalecimento para o nosso crescimento. a última Lua antes da primeira colheita, é celebrada com danças e músicas. Este é o tempo em que os antigos pagãos preparavam os prados para as celebrações das colheitas.

Lua da Colheita: Em Fevereiro, sua cor é o verde-escuro, traz a purificação. O estado verde da terra, é o nome dado à Lua que surge no mesmo tempo que as plantas serão colhidas, sendo também a colheita dos frutos plantados em outra lua.

Lua da Cevada: Em março, um pouco do Equinócio de Outono, sua cor é marrom. Época de ceifar os grãos, fim da colheita. É o fim da estação e do ciclo anual da colheita.

Lua do Vinho: Esta é a Lua excedente do ano ou a 13ª Lua, nasce em Abril e maio, sua cor é vermelho-púrpura, traz a profecia e inspiração. Com a mudança do calendário lunar para o calendário solar, houve mudança de alguns meses. Às vezes existem doze Luas durante o ano solar e às vezes treze.


Por: Vlatima

Consulta através de e-mail: vlatimavandragan@hotmail.com.












VLATIMA VANDRAGAN

VLATIMA VANDRAGAN
Seja bem vinda(o). Este é um espaço onde ensino sobre o campo do desconhecido, dúvidas, idéias, comentários sobre sonhos, orientações sobre filhos, família, amor, casamento, trabalho, etc.. Um ambiente para trocas e aprendizados, através do conhecimento espirituais vividos por cada um de nós. Envie seu comentário abaixo.. CLIQUE EM SEGUIDOR, SE REGISTRE E RECEBA GRATUITAMENTE AS NOVIDADES DE MEU BLOG.

WITHIN TEMPTATION


Within Temptation - In Perfect Harmony

Mais de 1 milhão de músicas para ORKUT!
[blue]TopMusicas.net[/blue]